ISSN on-line: 2358-288X
Reprodução & Climatério Reprodução & Climatério
Reprod Clim 2017;32:148-51 - Vol. 32 Núm.2 DOI: 10.1016/j.recli.2016.06.002
Relato de caso
Crianças nascidas após vitrificação de oócitos em reprodução assistida em hospital público
Infants live born after oocytes vitrification in assisted reproduction public hospital
Christina Morishima, , Thamara Braga dos Santos, Agnes Mayumi Takahira, Nilka Donadio, Mário Cavagna, Artur Dzik, Luiz Henrique Gebrim
Laboratório de Reprodução Humana, Centro de Referência da Saúde da Mulher, Hospital Pérola Byington, São Paulo, SP, Brasil
Recebido 19 Março 2016, Aceitaram 03 Junho 2016
Resumo

A criopreservação de oócitos contribuiu para o avanço das técnicas em reprodução humana nas últimas décadas. A metodologia tem sua aplicação na preservação da fertilidade, em programas de ovodoação, como estratégia para redução do número de embriões extranumerários criopreservados com manipulação de menor número de oócitos a fresco e para acúmulo de oócitos em ciclos com reduzida resposta ovariana. A partir do princípio de que todo cidadão tem direito a saúde, é dever do Estado garantir o acesso a todos os tipos de tratamento. O Centro de Referência da Saúde da Mulher – Hospital Pérola Byington implantou a técnica de vitrificação de oócitos em 2010, aprimora os protocolos continuamente e busca melhores taxas de sobrevida, fertilização, clivagem e gestação. Relatamos as duas primeiras gestações, com nascimento, obtidas a partir de oócitos vitrificados em nosso Centro, que comprovam a viabilidade da aplicação dessa técnica e oferecem, assim, atendimento ao público com equidade e gratuidade integral.

Abstract

The oocytes cryopreservation contributed substantially to a breakthough in Assisted Human Reproduction techniques over the last three decades. The methodology has been applied in the fertility preservation, through oocyte donation programmes, as strategy to reduce the number of supernumerary embryos cryopreserved by manipulating the least amount of fresh oocytes, and in the accumulation of oocytes in cycles with poor ovarian responders. Assuming the principle that every citizen has the right to health, it is the duty of the State to ensure access to all types of treatment. The Woman's Health Reference Center ‐ Pérola Byington Hospital has implemented the technique of oocytes vitrification since 2010, and has been improving our protocol continuously: aiming at improvements in the rates of survival, fertilization, cleavage and pregnancy. We reported the first two pregnancies, infants live born after oocytes vitrification, at our Center, proving the feasibility of the oocytes vitrification protocol applied, offering service to the public with equity and no cost for the patient.

Palavras‐chave
Crianças, Nascido‐vivo, Vitrificação, Oócitos, Hospital público
Keywords
Infants, Live born, Vitrification, Oocytes, Public hospital
Reprod Clim 2017;32:148-51 - Vol. 32 Núm.2 DOI: 10.1016/j.recli.2016.06.002