ISSN on-line: 2358-288X
Reprodução & Climatério Reprodução & Climatério
Reprod Clim 2016;31:48-54 - Vol. 31 Núm.1 DOI: 10.1016/j.recli.2015.12.002
Review article
Quality of life of the woman carrier of endometriosis: systematized review
Qualidade de vida da mulher portadora de endometriose: revisão sistematizada
Ana Luiza Leite Ferreiraa, Maria Misrelma Moura Bessaa,b,, , Jefferson Drezettb, Luiz Carlos de Abreub
a Faculdade de Juazeiro do Norte, Juazeiro do Norte, CE, Brazil
b Faculdade de Medicina do ABC, Santo André, SP, Brazil
Recebido 20 Novembro 2015, Aceitaram 10 Dezembro 2015
Abstract

Endometriosis is a progressive and chronic disease characterized by the presence of endometrial tissue outside the womb location. The main symptoms are dyspareunia, dysmenorrhea and infertility, and affects mainly women in fertile age. It causes numerous problems in various social, psychological and emotional levels. Its incidence ranges from 5 to 15% in the female population of reproductive age. The aim of the study is to describe the women's quality of life with endometriosis and related factors. It is about a systematized review study conducted in electronic databases SciELO and PubMed. The descriptors used were “endometriosis” and “quality of life”, using the advanced search strategy with the Boolean AND. The research period was from March to October 2015. The inclusion criteria were extended to articles published in the last five years in Portuguese and English. The exclusion criteria involved non-original studies, case series, commentaries and editorials. The search resulted in 18 articles divided into three categories. The results indicate that women with endometriosis have quality of life affected, either in the physical, social or mental level. Understanding family members and partner represents an improvement in this confrontation, being, therefore, a specific intervention to improve the quality of life of women with this disease.

Resumo

A endometriose é uma doença progressiva e crônica caracterizada pela presença de tecido endometrial em localização extrauterina. Os principais sintomas são dispareunia, dismenorreia e infertilidade, acomete, principalmente, mulheres em idade fértil. Acarreta inúmeros problemas nos diversos âmbitos social, psicológico e emocional. Sua incidência varia de 5 a 15% na população feminina em idade reprodutiva. O objetivo do estudo é descrever a qualidade de vida da mulher com endometriose e os fatores relacionados. Trata-se de estudo de revisão sistematizada feito nas bases de dados eletrônicas SciELO e PubMed. Os descritores usados foram “endometriosis” e “quality of life”, com a estratégia de busca avançada com o boleano AND. O período de pesquisa foi de março a outubro de 2015. Os critérios de inclusão se estenderam a artigos publicados nos últimos cinco anos em português e inglês. Os critérios de exclusão envolveram estudos não originais, série de casos, comentários e editoriais. A busca resultou em 18 artigos divididos em três categorias. Os resultados indicam que mulheres com endometriose têm qualidade de vida afetada, seja no bem-estar físico, social e mental. A compreensão dos parentes e do parceiro representa melhoria nesse enfrentamento. É, portanto, uma intervenção especifica para melhoria da qualidade de vida nas mulheres portadoras dessa doença.

Keywords
Endometriosis, Quality of life, Women's health
Palavras-chave
Endometriose, Qualidade de vida, Saúde da Mulher
Reprod Clim 2016;31:48-54 - Vol. 31 Núm.1 DOI: 10.1016/j.recli.2015.12.002