ISSN on-line: 2358-288X
Reprodução & Climatério Reprodução & Climatério
Reprod Clim 2014;29:3-7 - Vol. 29 Núm.1 DOI: 10.1016/j.recli.2014.05.004
Artigo original
Soroprevalência de sífilis em pacientes submetidos à fertilização assistida
The seroprevalence of syphilis in patients undergoing assisted reproduction
Gabrielle Miguel Cruvinel Câmara Cavalcantea,, , Waldemar Naves do Amarala,b
a Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil
b Sociedade Brasileira de Ultrassonografia, São Paulo, SP, Brasil
Recebido 15 Abril 2014, Aceitaram 28 Maio 2014
Resumo
Objetivo

Estabelecer a soroprevalência de sífilis em pacientes submetidos à reprodução assistida.

Método

Estudo descritivo retrospectivo feito de janeiro a dezembro de 2011, em pacientes submetidos à reprodução assistida de baixa e alta complexidade no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás e na Clínica Fértile Diagnósticos, em Goiânia. Os testes usados para o diagnóstico da sífilis foram o não treponêmico e o treponêmico.

Resultados

No Hospital das Clínicas foram encontradas 320 mulheres. Dessas, 253 apresentavam o teste não treponêmico negativo e 67 não fizeram o exame. Na Clínica Fértile Diagnósticos foram selecionados 1.942 pacientes, 896 mulheres e 728 homens. Desses, 318 não fizeram as sorologias necessárias para iniciar o tratamento e foram coletados dados de 1.624 pacientes.

Conclusão

A soroprevalência geral de sífilis em pacientes submetidos à reprodução assistida é de 0,11%, com 0% em amostra feminina pública a 0,11% em amostra feminina privada. Para a amostra masculina privada a prevalência foi de 0,14%.

Abstract
Objective

To determine the seroprevalence of syphilis in patients undergoing assisted reproduction.

Method

Retrospective descriptive study conducted from january to december 2011 in patients undergoing assisted reproduction of low and high complexity at the Hospital and Clinic Fertility Diagnostics in Goiania. The test used for the diagnosis of syphilis was not treponemal test and treponemal.

Results

In the Hospital das Clinicas found 320 women. Negative not treponemal test were found in 253 of these patients and 67 were not screened. In Fertile Diagnostics were selected in 1,942 patients, 896 women and 728 are men. Of this total, 318 did not perform serology necessary to start treatment, and then collected data from 1,624 patients.

Conclusion

The overall prevalence of syphilis in patients undergoing assisted reproduction is 0.11%, and considering the female sample was 0% public and private female sample was 0.11%, and the sample was male private 0.14%.

Palavras‐chave
Sífilis, Sorodiagnóstico da sífilis, Técnicas reprodutivas
Keywords
Syphilis, Syphilis serodiagnosis, Reproductive techniques
Reprod Clim 2014;29:3-7 - Vol. 29 Núm.1 DOI: 10.1016/j.recli.2014.05.004